Professora Ciderli lança livro nesta sexta-feira em Jaru

Acontece nesta sexta-feira (29), em Jaru, o grande lançamento do livro “Contando a História da Gente”, de autoria da escritora jaruense Ciderli Santana Souza. A solenidade será realizada às 19h30 no auditório da seccional da Ordem dos Advogados do Brasil e deverá contar com a presença de inúmeras pessoas que apreciam a história local. O prédio da OAB em Jaru está situado à Rua Rio de Janeiro, próximo à Raimundo Cantanhêde, onde também se localizam o Tribunal de Justiça, a Prefeitura, a Câmara Municipal, além de outras instituições públicas.

Segundo declarou a autora, “o livro revela um pouquinho dos destemidos pioneiros que conquistaram um pedaço de chão nesta nossa Rondônia”. A escritora continua a sua descrição enaltecendo a importância do trabalho desenvolvido pelos pioneiros e que ainda refletem nos dias atuais e os classifica como heróis anônimos que deixam sua pátria em busca do desconhecido. “Muitos não conseguiram romper as doenças, fome, medo e outros percalços. Porém, outros conseguiram vencer os obstáculos encontrados, o que possibilitou aos que chegaram tempos depois conhecer o que fora feito anteriormente e o que isso significou para a região de Jaru”, pontuou.

Ao lado de outros nomes do cenário jaruense, a professora Ciderli Santana Souza é reconhecida como uma das pessoas que contribuiu de forma direta com a história contemporânea local e uma de suas ações foi agilizar o trâmite necessário para a gravação do hino de Jaru, criado pelo escritor e compositor Antônio Cândido da Silva em um concurso feito no dia 04 de novembro de 1985 pela gestão municipal, através do prefeito Leomar José Baratella para celebrar o 4º aniversário do município. Porém, a melodia se perdeu e com isso não era possível a execução do hino em eventos públicos. Ciderli então foi até ao professor Teófilo Lourenço de Lima, autor do livro “Do Monte Nebo a Jaru” e, em conjunto com o também escritor e outros profissionais conseguiu fazer com que a gravação fosse feita. O hino de Jaru foi gravado em 2009 com uma nova roupagem musical na voz de Indianara Cazuza, Anildo Costa e Walison Huan Castro, contudo, sem perder a sua originalidade.

Outra ação da escritora foi colocada em prática quando ela esteve à frente da secretaria municipal de Educação durante o mandato do prefeito Inaldo Pedro Alves. À época, a então secretária, deu uma nova cara ao Centro de Convenções José Carlos da Silva (o Juca, que na década de 1980 e parte dos anos 1990 fez dupla com o Marquinhos da banda Swing & Country). Em parceria com a população jaruense e com o apoio do prefeito da época, Ciderli conseguiu mudar o visual do local e inseriu um painel com fotos antigas de Jaru, colocou algumas obras de arte para embelezar as instalações existentes e com isso transformou o ambiente em uma biblioteca que até então estava desativada, além de organizar o prédio para a realização de eventos municipais.

O livro “Contando a História da Gente” apresenta dezenas de imagens e também informações do contexto local. A obra traz consigo o mesmo nome de um programa que a escritora jaruense apresentou por vários anos na Rádio Interativa FM (105.9), onde entrevistou inúmeros pioneiros de Jaru e deles extraiu muitos fatos importantes da história local. Agora, Ciderli Santana Souza apresenta ao público o resultado de uma intensa pesquisa que muito contribui a produção historiográfica do cenário rondoniense. “A história que não é registrada se perde no tempo e no espaço, ficam só as lembranças. E que história deixaremos pra próxima geração?”, questiona a escritora sugerindo que a participação de cada um é muito importante para a construção da história de um povo.

Fonte: Assessoria

Comentários no Facebook