N° de casos de malária aumenta quase 40% em Rondônia nos últimos 3 anos

N° de casos de malária aumenta quase 40% em Rondônia nos últimos 3 anos.

O número de casos de malária em Rondônia apresenta um aumento de quase 40% nos últimos três anos. É o que mostra o boletim epidemiológico da Secretária de Vigilância em Saúde (SVS).

Segundo relatório, em 2019 foram registrados 9.385 casos da doença, ante 6.734 casos em 2017. Ou seja, um aumento percentual de 39% no período analisado.

Já em 2018 foram registrados 7.684 ocorrências de malária.

Municípios ‘campeões’

Porto Velho teve o maior índice de notificações dentre os municípios, com 5.117 ocorrências, representando 54% dos casos da doença no estado. Seguido por Candeias do Jamari (1.802); Guajará-Mirim (496); Machadinho do Oeste (381) e Ariquemes (346).

Mauro Tada, pesquisador da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), aponta o porquê da capital representar a grande maioria dos casos registrados.

“Em Porto Velho também temos uma questão geográfica, e também da quantidade de água encontrada na cidade, que são grandes criadouros do mosquito, tanto da dengue quanto da malária”, explica.

N° de casos de malária aumenta quase 40% em Rondônia nos últimos 3 anos. Você pode acompanhar mais noticias em nossa página no facebook, acesse clique aqui.  E agora também pode receber noticias pelo Instagram clique aqui 

Colaborou: Vitória Gomes

Fonte: G1 RO

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.