Maquinários usados para extração ilegal de minérios em área indígena são destruídos em RO

Maquinários encontrados dentro da Terra Indígena Roosevelt, em Espigão D’Oeste (RO), foram destruídos durante uma ação de fiscalização de equipes da Polícia Federal (PF), Força Aérea Brasileira (FAB) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) nesta semana. Os materiais eram usados para extração ilegal de minérios dentro da reserva. Ninguém foi preso.

De acordo com a PF, os trabalhos, sendo a extensão da Operação Verde Brasil, que objeta o controle das queimadas na Amazônia, foram feitos no interior da região alvo da ação com objetivo de frear o garimpo ilegal. No total, 40 agentes participaram da operação.

A ação faz parte da Garantia da Lei e da Ordem (GLO) assinada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Parte de maquinários foram destruídos durante ação.  — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Entre os objetos apreendidos, há três pás carregadeiras, 11 motobombas d’água, dois geradores, 10 barracos, duas motocicletas e uma arma de fogo com munições.

Parte dos materiais foram destruídos após o Ibama fazer a autuação dos materiais.

Ainda conforme a PF, nenhuma pessoa foi presa. Entretanto, dados foram coletados e as autuações feitas pelo Ibama serão usadas nas investigações que apuram possível prática de crimes de usurpação de bens da União e ambientais.

Maquinários foram destruídos durante extensão da Operação Verde Brasil. — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Ação contou com auxílio de equipes da PF, FAB, Exército e Ibama.  — Foto: Polícia Federal/Divulgação
Fonte: G1 RO

Comentários no Facebook