Em Jaru: Você aceitaria o ex da sua atual morando com vocês na mesma casa?

E a amizade é tão verdadeira, que o ex-marido pediu para ser padrinho de casamento. Situação acontece em Jaru.




Não é um triângulo amoroso. Tem muita gente que pensa isto, mas pode ter certeza não é uma relação a três.

Em Jaru (RO) um casal que não vivia bem o seu relacionamento e que já estavam juntos há mais de 15 anos, resolveu se separar de maneira amigável, mas continuar morando na mesma casa, dividindo as despesas, contas, tarefas diárias e corriqueiras, além de não perder a ligação com o filho do casal.

Dormindo em quartos separados e tendo uma relação de amigos, o que não é impossível, mas é diferente das situações que encontramos nas separações matrimoniais, o casal resolveu inovar em praticamente tudo. Se tornaram mais amigos, mais próximos, mais parceiros.

Após algum tempo convivendo como amigos verdadeiros e parceiros dentro da mesma casa, o casal que tem um daqueles “amigos de confiança”, teve a sua amizade testada. É que o “melhor amigo” e a ex-esposa se apaixonaram e com a devida autorização, começaram a namorar.



A relação ficou ainda mais quente com o passar do tempo e ele que já dormia lá vez ou outra, foi morar de vez dentro de casa com o ex-casal e o filho.

Como já era de praxe, o novo casal ocupa um dos quartos e o ex-marido e o filho, dormem no outro quarto. De acordo com informações, o trio de adultos acompanhados da criança, fazem todos os tipos de programas sociais juntos, ou seja, vão às festas, frequentam lugares públicos, fazem compras no supermercado, dividem as tarefas dentro de casa e dividem as despesas no final do mês. Trabalham unidos e em conjunto, para manter a paz e a felicidade dentro de casa.

Recentemente, após morar juntos por um tempo, o novo casal resolveu oficializar a relação, já que vem dando certo. Decidiram tudo em comum acordo e não é que o ex-marido, teria pedido ao novo casal que deixe ele ser o padrinho de casamento! O pedido foi aceito na hora!

As informações que chegaram a Redação, é que ambos são muito amigos e que a situação é verídica. O fato é que para Jaru, tudo isto ainda é muito novo, mas nos faz refletir que, ‘ninguém tem o direito de estragar a felicidade de outros’ e que é bem mais fácil contribuir para que todos ao seu redor sejam felizes.



Portal P1

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

Comentários no Facebook