Região – PC elucida assassinato e prende suspeitos de matar empresário de Tarilândia

A Polícia Civil de Jaru, responsável pelas investigações do assassinato do empresário José Bento, o popular Pirikito conseguiu em pouco mais de um mês elucidar e prender os suspeitos do crime.

Perikito foi morto a tiros no dia 26 de abril em um bar no distrito de Tarilândia. Os assassinos chegaram em uma motocicleta e depois de executarem o empresário fugiram.

Durante as investigações a PC chegou a quatro pessoas suspeitas, desde o mandante, contratante até os executores. Segundo o que foi apurado pelos investigadores, a morte do empresário foi encomendada por Wanderley José de Souza, popular Paulistão.

Lucas Romelia Catarino Santos, o “Preá” teria contratado os pistoleiros, fornecido a arma, a motocicleta e ainda seria o elo entre mandante e executores.

O atirador segundo a polícia é Amarildo Rodrigues dos Reis Junior preso em Machadinho do na semana passada, Amarildo confessou a participação e disse que o crime encomendado por “Preá” custou cinco mil reais, dinheiro que seria dividido entre o contratante e a dupla de pistoleiros.

Já o piloto da motocicleta usada no assassinato é Walisson Gomes Ribeiro, o “Borrachinha”.

Amarildo e Lucas foram presos na semana passada.

Já Walisson e Paulistão nesta sexta-feira (31) em uma operação deflagrada pela Polícia Civil e que contou com o apoio das equipes do Patamo e Núcleo de Inteligência da Polícia Militar.

Durante a ação, além da prisão também foram cumpridos mandados de buscas, apreensão em duas propriedades na zona rural de Tarilândia, onde foram apreendidas 3 espingardas de calibres, 22, 26 e 28, munições e a motocicleta usada no crime.

Todos os presos tiveram a prisão preventiva decretada e depois de serem ouvidos serão encaminhados para a casa de detenção, onde devem aguardar a decisão da justiça.

Por Balança Jaru

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

Comentários no Facebook