Fraude de quase R$ 700 mil em instituto previdenciário de Jorge Teixeira





Marcos Vânioi da Cruz, idade não informada pelas autoridades, está preso por suspeita de ter fraudado em mais de R$ 500 mil, o Instituto Previdenciário da cidade de Governador Jorge Teixeira (RO), distante torno de 330 km de Porto Velho.

A prisão se deu em cumprimento de mandado de busca e apreensão.

O acusado estava em casa na hora da prisão, na cidade de Ji-Paraná (RO).

A Polícia Civil tem provas de que nos seis anos em que Marcos Vânio da Cruz foi presidente do Instituto Previdenciário, ele teria desviado pelo menos R$ 600 mil, do órgão o suficiente para adquirir uma Pick-up da marca Toyota , modelo Hilux, dois ônibus também um micro-ônibus. O homem também é dono de uma Van. As investigações de acordo com o delegado teriam durado três meses.

Durante as investigações, os agentes também apuraram que Marcos Vânio, teria aberto uma empresa para transportar alunos para faculdade de Ji-Paraná. Os agentes também identificaram a construção de duas casas na cidade, que seriam de propriedade o suspeito da fraude.

As investigações tiveram inicio, quando há pelo menos um ano, surgiram suspeitas após uma auditoria feita no Instituto Previdenciário da cidade e houveram constatadas transferências bancárias, para contas que nada tem a ver com o Instituto.

De acordo com informações do Ministério Público de Rondônia, o apoio da Polícia Judiciária foi imprescindível para examinar documentos e provas que levam até Marcos Vânio.

O suspeito já teve bens adquiridos considerados de forma dúbia, apreendidos e dinheiro retido.

Marcos Vânio foi ouvido pelo delegado de polícia de Jaru Ary Batista Batisti e pelo promotor de justiça Dr.º  Fábio Casaril e já foi liberado.

Marcos Vânio segundo informações das autoridades, está impedido de fazer viagens sem previamente comunicado e liberado. Ele também estará sob monitoramento da justiça, só não foi divulgado se ele já está usando ou não, a tão afamada tornozeleira eletrônica.

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

Comentários no Facebook