Porto Velho: Polícia procura padrasto suspeito de abusar das enteadas de 10, 14 e 17 anos

Vítima de 14 anos denunciou o caso à mãe. Suspeito fugiu depois de ser denunciado à Polícia Militar.

Imagem Ilustrativa
A Polícia Civil em Porto Velho tenta localizar o homem suspeito de abusar sexualmente da enteada, de 14 anos. O crime aconteceu na última quarta-feira (17), segundo a mãe da vítima, que denunciou o caso à Polícia Militar (PM). De acordo com o boletim de ocorrência, outras duas meninas, de 10 e 17 anos, também foram abusadas pelo suspeito.


O casal reside em Jaci-Paraná, distrito localizado cerca de 100 quilômetros da área urbana da capital. O suspeito fugiu quando percebeu que a mulher tinha acionado a polícia.
Sobre o abuso ocorrido na quarta-feira, a mãe das vítimas informou que, no momento do crime, ela teria saído de casa para uma consulta no posto de saúde de Jaci-Paraná. Quando retornou, foi alertada pela filha mais velha para conversar com a jovem de 14 anos.

Em conversa com a mãe, a adolescente disse que o padastro, saiu do banho sem roupas, foi até onde ela estava deitada, começou a apalpá-la e a encostar o órgão sexual nas partes íntimas dela. Para garantir o silêncio da menina, o homem teria oferecido presentes e a ameaçado.

De acordo com relatos da vítima, o padrasto confirmou que já teria feito a mesma coisa com as irmãs dela. A jovem de 17 anos, para fugir dos abusos, teria saído de casa. A mãe disse que não percebia nada de anormal na relação de convivência do padrasto com as enteadas.

A PM fez buscas, mas não localizou o suspeito. Um morador vizinho confirmou à PM que o homem fugiu, alegando que faria um serviço no distrito de União Bandeirantes. O caso segue sendo investigado.


Fonte: G1 RO

Comentários no Facebook