Jaru – Deficiente foi espancada, engravida e contrai DST após ser estuprada por vizinho

Após a jovem se queixar de dores no abdome sua mãe decidiu leva-la ao médico, ao realizar exames foi contatado que a paciente estava gravida de aproximadamente seis meses e apresentava doenças sexualmente transmissíveis.

Imagem Ilustrativa/Arte J1 Notícia

De acordo com o testemunho da jovem tudo teria acontecido no momento em sua mãe teria saído para o trabalho, deixando-a em casa com uma irmã.

O homem que seria um vizinho conhecido como Paraguai aproveitando-se da situação levou a jovem em uma motocicleta para outra localidade, assim cometendo atos horríveis contra a jovem.

Ainda segundo o testemunho da jovem que se comunica por linguagem de sinais o homem a teria enforcada e espancada durante o ato do estupro.

Tudo teria acontecido sem que os familiares percebessem, após o ato o vizinho teria fugido rumo a capital.

Após todo ocorrido a mãe da jovem se lembrou que tempos atrás o acusado teria pedido sua filha em namoro, mas diante da situação da filha ela não teria concedido.

Após a negativa ele teria se revoltado e feito ameaças a mãe.

O caso segue em investigação pela policia civil.

Os casos de estupro amentaram no Brasil: foram mais de 60 mil casos só em 2017, os estados de Mato Grosso do Sul, Santa Catarina e Rondônia têm os maiores índices de estupros por cem mil habitantes.

Fonte: J1 Notícia

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade.

Comentários no Facebook